Nos últimos anos protagonizamos o projeto “Maternidade e Paternidade Responsáveis”, visando prevenir a gestação precoce e não desejada em adolescentes (20% dos nascimentos no Brasil ocorrem em adolescentes) e advertir as mulheres a não postergarem demasiadamente a maternidade. Sabemos que a mulher moderna frequentemente prioriza estudos e trabalho deixando em segundo plano a maternidade e não raramente são surpreendidas pelo relógio biológico.